Dicas de Saúde

Assine as nossas
Dicas de Saúde e Beleza!

Veja outros Posts

Como tratar melasma? Dicas e tratamentos

Como tratar melasma? Dicas e tratamentos

Você sofre com manchas escuras no rosto? Pode ser que seja melasma. Já ouviu esse termo?

Entenda do que se trata, se é possível evitar que ele surja e como tratar melasma com o post de hoje no blog da ClinEscultural. Vamos conferir!

O que é melasma?

O melasma é um problema dermatológico caracterizado pelo aparecimento de manchas escuras, diferentes da tonalidade normal da pele da pessoa, quando por algum motivo ocorre um excesso na produção de melanina.

O rosto costuma ser o local mais afetado, mas manchas de melasma também podem surgir no pescoço, colo, ombros, braços e mãos.

Não há um consenso na comunidade médica sobre a causa desse tipo de mancha, mas ele é relacionado a fatores como exposição solar em excesso e hormônios desregulados.

Homens também podem ter melasma, mas é a população feminina que geralmente sofre mais com esse tipo de mancha, pois as mulheres são mais sujeitas à alterações hormonais. O uso de anticoncepcionais por tempo prolongado, gravidez, menopausa, ovários policísticos, etc., tudo isso pode desencadear um desequilíbrio nos hormônios e favorecer o surgimento do melasma.

A exposição solar também é associada ao problema, deixando principalmente essas pessoas ainda mais propensas a desenvolver o melasma.

Como evitar?

Como a exposição solar é indicada como um dos gatilhos para o aparecimento das manchas de melasma, é importante fazer o uso do filtro solar todos os dias, principalmente nas áreas que ficam mais expostas ao sol, como o rosto.

Os danos dos raios solares também podem causar câncer de pele, tornando o uso do protetor solar definitivamente indispensável. O ideal é que ele seja reaplicado várias vezes ao dia.

As barreiras físicas também devem ser aliadas ao uso de filtro solar como forma de proteção. Guarda-sóis, roupas com tecidos de proteção ultravioleta, chapéus, bonés, óculos escuros, etc. devem ser utilizados.

O uso da pílula concepcional também é apontado como causa do melasma. Mulheres que fazem ou desejam tomar esse tipo de medicamento precisam se consultar com um médico ginecologista para iniciarem o tratamento.

Nunca devem começar a tomar por conta própria, pois a dosagem hormonal de determinada pílula pode não ser a ideal para todos os organismos, o que causa desequilíbrios, podendo gerar as manchas de melasmas e até mesmo problemas de saúde mais graves para a mulher.

Principais tratamentos para melasma

O melasma é um problema estético que exige atenção e cuidados especiais para ser eliminado. Atualmente já existem diversos tratamentos que mostram bons resultados, mas todos eles necessitam de indicação médica. Os principais são:

Tratamentos com cremes

O tratamento para melasma com cremes geralmente é feito em casa administrado pelo próprio paciente. A indicação de um dermatologista é essencial pois o tipo de creme utilizado vai depender de fatores como a intensidade, tamanho e idade das manchas, entre outros.

Mas algumas dos cremes usados neste tipo de tratamento são os à base de ácidos como o ácido glicólico, ácido kójico, o retinóico e o azeláico, por exemplo. Outros ativos clareadores são a hidroquinona e a vitamina C, que também é outra substância  capaz de promover o clareamento de manchas, além de possuir inúmeros outros benefícios para a pele.

Peeling

O peeling, especialmente o químico, é um procedimento muito indicado e procurado quando o assunto é tratar melasma. Nele também são usados ácidos, mas numa quantidade bem mais alta da existente em cremes.

Os ácidos causam uma descamação da pele, que promove a regeneração celular e a produção de colágeno, deixando a coloração da pele mais uniforme em pouco tempo.

Microagulhamento

Já falamos sobre o microagulhamento diversas vezes aqui no blog. Ele é utilizado no tratamento de vários problemas estéticos de pele, e o melasma é mais um deles.

Na técnica, um aparelho composto por microagulhas chamado DermaRoller é utilizado. O profissional responsável desliza o aparelho sobre a pele do paciente, causando microperfurações. O processo inflamatório causado no procedimento induz a superestimulação de colágeno e a renovação celular.

Os microfuros feitos pelo DermaRoller também facilitam a penetração de substâncias cosméticas pela derme, inclusive as citadas mais acima, ácidos glicólico e kójico, vitamina C, etc. Por isso é bom combinar a técnica com o uso dessas substâncias para tratar melasma, fazendo com que as manchas sumam ainda mais rápido.

Luz Intensa Pulsada

Um outro tratamento com resultados muito positivos é a luz intensa pulsada. Quando feito por profissionais e da maneira adequada, é capaz de devolver a tonalidade uniforme da pele.

A luz emitida pelo aparelho atinge as células de melanina em excesso e faz com que elas sejam clareadas.

Se algum dos tratamentos que falamos aqui te interessou, agende uma avaliação gratuita da unidade ClinEscultural mais próxima de você!

E aí, o que achou do nosso conteúdo sobre como tratar melasma, as terríveis manchas escuras que aparecem no rosto? Conte para a gente nos comentários! Compartilhe com alguém que possa estar sofrendo com o problema.

Você também pode sugerir temas que quer ver aqui no blog e assinar a nossa newsletter para receber os posts sempre em primeira mão. Outra forma de não perder nada é seguindo a gente nas nossas redes sociais.

Até em breve!

Deixe seu Comentário

Confira nossos tratamentos

Fique por dentro de nossos tratamentos de Emagrecimento, Estética Corporal, Estética Facial e Depilação a Laser! 

Tecnologia de Ponta

Conheça todas as nossas tecnologias!

Você também pode se interessar

Avaliação gratuita

Avaliação gratuita