Dicas de Saúde

Assine as nossas
Dicas de Saúde e Beleza!

Veja outros Posts

Graus de celulite e como tratar cada um

Graus de celulite e como tratar cada um

Esse talvez seja o problema número um, campeão de reclamação feminina quando se fala em insatisfação com o corpo. Os furinhos na pele, que dão uma aparência de casca de laranja, são bastante comuns e afetam cerca de 95% da população feminina após a puberdade, independente da etnia segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Provavelmente você já sabe do que estamos falando mesmo sem ter citado o nome, não é mesmo? Mas é claro que estamos falando da temida celulite! No entanto celulite não é tudo igual e ela pode ser diferenciada de acordo com alguns fatores.

Entenda a celulite

Popularmente conhecida como celulite, o fenômeno possui o nome científico de lipodistrofia ginoide e acontece por causa de um depósito de gordura sob a pele.

A proporção de homens afetados pela celulite é bem menor do que a feminina devido a um fator hormonal. Geralmente as áreas que mais apresentam são coxas, bumbum, quadril, etc. Essas regiões estão sob a influência do estrógeno, hormônio feminino. Por isso a incidência não está necessariamente relacionada a obesidade e mesmo pessoas magras podem apresentar os furinhos.

Além do fator hormonal, algumas outras condições podem favorecer o aparecimento da celulite. As principais são a hereditariedade, já que algumas características podem ser passadas de geração para geração, como uma maior tendência a acumular gordura nos membros inferiores, e alguns hábitos de vida pouco saudáveis como uma dieta rica em açúcar e gordura, e o sedentarismo. Esses hábitos favorecem o aumento da camada adiposa e a má circulação sanguínea.

Graus de celulite

Como já dissemos mais acima, a celulite é algo bem comum. Apesar de não chegar a ser um problema de saúde, ela pode ser algo bastante prejudicial a autoestima, principalmente a feminina e é classificada em graus. Uma das classificações mais utilizadas é a que divide a celulite em 4 graus conforme a intensidade.

Em entrevista ao portal Drauzio Varela, a nutricionista Madalena Vallinoti define da seguinte maneira os graus de celulite:

  • Grau 1: Leve — A celulite é interna, não é vista nem sentida e só aparece caso a pele seja apertada com força. É nesse grau que os vasos estão suscetíveis à ação inflamatória e as toxinas começam a se acumular.
  • Grau 2: Visível — Nesse estágio não é preciso mais comprimir a pele para notar as marcas. Seu aspecto é acolchoado, porque o sistema linfático está mais comprometido. Ao apertar a pele, ela fica amarelada por conta do acúmulo de líquidos.
  • Grau 3: Intensa — A superfície da pele passa a ter aspecto de gomos visíveis; os  nódulos começam a aparecer e ser sentidos com o toque. Como a pele já está mal nutrida, pode haver desidratação dos tecidos. A textura torna-se áspera, os poros ficam dilatados e surgem microvarizes. É a partir desse estágio que começam os primeiros sinais de dor e o inchaço fica bem evidente.
  • Grau 4: Grave — A celulite se torna visível até mesmo através das roupas. As fibras que constituem a musculatura formam nós e as células de gordura se agrupam formando nódulos maiores, prejudicando a circulação. Os nervos podem ser comprimidos, o que faz a região ficar endurecida e dolorida. Com a circulação comprometida, fica difícil eliminar as toxinas, o que agrava ainda mais a celulite.

Tratamentos

É importante ressaltar que quanto antes se iniciar qualquer cuidado para combater a celulite, melhores serão os resultados. Tanto é que as chances de se reverter o quadro no grau 1 são de 100%. Entre os tratamentos, os que apresentam melhores resultados são:

Drenagem linfática

A técnica de massagem da drenagem linfática é capaz de estimular o sistema linfático fazendo com que as toxinas acumuladas entre as células e o excesso de líquido retido que causam a celulite possam ser eliminados pelo organismo na urina.

Manthus/Heccus

O Manthus e o Heccus são aparelhos que combinam ultrassom, estímulos elétricos e correntes polarizadas capazes de estimular o sistema linfático e diminuir as células de gordura. Isso melhora a circulação e estimula o organismo a eliminar as toxinas do corpo.

Carboxiterapia

Este é um tratamento a base da aplicação de gás carbônico na camada mais profunda de pele onde o gás consegue romper as fibroses e auxiliar na quebra de gordura. Os vasos sanguíneos se dilatam e a circulação sanguínea melhora bastante, o que faz com que os edemas diminuam.

Para saber mais detalhes sobre cada um dos tratamentos,  leia este texto que traz informações mais aprofundadas.

Este foi o nosso post de hoje sobre os graus de celulite. Entendendo melhor as maneiras que ela se manifesta fica mais fácil tratar o problema. Mas para saber exatamente qual o melhor tratamento para o seu caso, agende uma avaliação gratuita em uma de nossas unidades ClinEscultural.

Para não perder nenhuma de nossas dicas de saúde e beleza fique sempre de olho no nosso blog e redes sociais e assine a nossa newsletter para receber o conteúdo em primeira mão. Até a próxima!

Deixe seu Comentário

Confira nossos tratamentos

Fique por dentro de nossos tratamentos de Emagrecimento, Estética Corporal, Estética Facial e Depilação a Laser! 

Tecnologia de Ponta

Conheça todas as nossas tecnologias!

Você também pode se interessar

Avaliação gratuita

Avaliação gratuita